Câmara Municipal de Taubaté

Você sabia?
Imprimir Email

Notícias

Olivério Moreira: de origem humilde a engenheiro

por Imprensa

06/12/2017 16:25

Douglas Carbonne e Olivério Moreira de Macedo Silva

Douglas Carbonne e Olivério Moreira de Macedo Silva

A Câmara de Taubaté entregou Comenda Jacques Félix ao engenheiro e professor Olivério Moreira de Macedo da Silva em sessão solene no dia 1º. A homenagem foi proposta pelo vereador Douglas Carbonne (PCdoB).

 

Natural de Cunha, Olivério mudou-se com a família na década de 1960 para Taubaté, onde conquistou uma bolsa de estudos no Colégio Alfredo José Balbi. Em 1982 foi incorporado ao Exército Brasileiro, e um mês depois foi designado para fazer o curso de formação de cabo e assumiu a armaria do Batalhão.

 

Conseguiu vaga de estágio em Mecânica no DCTA (Departamento de Ciência e Tecnologia Aeroespacial), em 1984. Prestou vestibular para o curso de Engenharia em 1990 e, assim que terminou a graduação, foi promovido a pesquisador e transferido para o Grupo de Análise de Falhas, responsável pela perícia de todos os incidentes com aeronaves que ocorrem em território nacional.

 

Em 1996 concluiu o mestrado em Ciências pelo ITA (Instituto Tecnológico de Aeronáutica) e em 2000 o curso de doutorado em Engenharia pela Unesp (Universidade Estadual Paulista).

 

No início dos anos 1990, Olivério se inscreveu no processo seletivo do Senai e foi aprovado. Em 2008, a Escola resolveu implantar o curso Superior de Tecnologia em Processos de Fabricação, e Olivério participou do comitê interno para a criação do curso, do qual atuou como professor por cinco anos. Deixou a instituição em 2013 com quase 20 anos de docência.

 

Em 2014, o DCTA realizou cerimônia militar alusiva ao aniversário de 141 anos de Alberto Santos Dumont, patrono da Aeronáutica. Na ocasião, 66 pessoas foram agraciadas com a Medalha Mérito Santos Dumont, e Olivério foi um deles.

 

“É uma emoção imensurável receber esta homenagem”, agradeceu Olivério. “Já fui carregador de bolsas no Mercado, ajudante de pedreiro, cabo do Exército. Hoje, sou engenheiro sênior do DCTA, desvendando de forma silenciosa causas de acidentes aeronáuticos ocorridos em território nacional. Com muita honra, estou recebendo o título de comendador de Taubaté, assim como recebeu um dia o comendador Castilho, que deu nome à rua que passei parte da minha infância.”

 

Assista à íntegra da solenidade no canal da TV Câmara Taubaté no Youtube.



Matérias relacionadas

    Final do corpo do documento e conteúdo da página